sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Poesia: Sonhos

Sexta - feira: 19/01/17


A felicidade sorriu pra mim
Querendo chamar minha atenção
Sem pensar duas vezes
Escancarei as portas
Abri as grades do meu coração.
Deixei você entrar e fazer morada
Sem pagar aluguel, sem restrição  
Entreguei-me de vez a paixão.
Acreditei em suas palavras
Não desconfiei de nada,
De sua segunda intenção.  
Você me deu alta estima
Fez-me sentir novamente alegria
Tornou-me uma pessoa bem quista
Por quem não me dava atenção.
Mostrou-me um mundo novo
Que eu sequer tinha noção
Deu-me nova emoção
Senti contigo outra sensação
Que não tinha experimentado, até então.
Pintou o meu céu de azul
Coloriu minha vida inteira
Encheu-me de inspiração
Pra escrever sobre a nossa relação.  
Fizemos planos, juramos...
Que o nosso amor seria pra sempre
Que envelheceríamos juntos
E juntos partiríamos para a eternidade
Eu que tenho medo da morte
Nem pestanejaria, morreria feliz do seu lado
Por quer viver sem você...
É pior que ser sepultado.
Quem nos visse juntos
Juraria que nosso amor era de verdade
E não teria prazo de validade.  
Nossos olhos, como a lua brilhavam  
Quando juntos ficávamos.
Não importava o lugar
A companhia era o que mais valia  
Lá fora as horas passavam
Também as noites e os dias
Mas o tempo parava, enquanto a gente se amava
Quer de noite quer de dia.
Tudo parecia perfeito
Até que de repente...
Como num passe de mágica,
Você chega pra mim e diz:
Já deu... Não quero mais
Foi bom enquanto durou...
Sinto muito... Esfriou
Adeus.
Vamos ser só amigos...
Segue a vida...
Mas como chamar de amiga...
A mulher da nossa vida?
Como seguir a vida sem você...
Que é a minha vida?
Fiquei sem chão...
Com depressão e baixa alto-estima
Murmurei, xinguei, disse palavrão,
Soquei o vento e as paredes;  
Questionei a Deus por quer Ele vendo tudo isso
Não interferiu?
Se existe alguém que podia fazer alguma coisa...  
a meu favor e não fez, foi Ele
Que amor é esse? – indaguei a mim mesmo.
Meti os pés pelas mãos, chorei, lutei, implorei, roguei
Apelei pra ver se amolecia o seu duro coração
Mas não houve jeito...
Ainda sem entender como...  
Nem o por quer dessa sua decisão repentina
Finalmente parei pra pensar e...
Cheguei à conclusão que: você nunca me amor
Que o que vivi com você não passou de “sonhos
De uma mera utopia.
Adilson Adalberto da Silva  
Mais informações »

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Poesia: O nosso prazer

Quarta - feira: 17/01/18


Te pego no colo, te deito no solo...
Arranco – te suspiros, provoco arrepios
Te dou calafrios, aqueço você.
Deixo – te cansada, exausta...
De tanto amor fazer.
Respiração ofegante, sorrisos extravagantes
Sonhos alucinantes, entre mim e você.
Juras de amor; fizemos embaixo do cobertor
Lá fora o tempo parou pra gente se envolver...
Nada mais interessa, que o nosso prazer.
http://adilsonconectado.blogspot.com/ 
Adilson Adalberto da Silva 
Mais informações »

domingo, 14 de janeiro de 2018

Os girassóis e ela

Domingo: 14/01/18


Nem o sol nem o mar, nem as noites de luar
Nada se compara...
A beleza que emana dela:
Os olhos que me hipnotizam  
O sorriso que me transformam em pedra
Os beijos que matam a minha sede
E o corpo que é de dá inveja;  
Compondo a paisagem bucólica
Os girassóis a sua volta...  
E ela - com aquela blusa amarela.
Adilson Adalberto da silva 
Mais informações »

sábado, 13 de janeiro de 2018

Querer não é poder.

Sábado: 14/01/18


Querer não é poder. 
Mas seu pudesse poder...
Eu só queria uma fórmula
De a mim ti prender       
Por quer já me sinto muito preso a você...   
Por vontade própria.  
Qualquer dia, qualquer hora
Torço que alguém invente a tal fórmula
Aí serás minha! Só minha!
Para sempre! Você vai ver!
Adilson Adalberto da Silva   
Mais informações »

sábado, 6 de janeiro de 2018

Nosso encontro...

Sábado: 07/01/18



Arrumei-me todo pra te ver.
Queria que esse nosso encontro...  
Fosse especial e verdadeiro.
Vesti a minha melhor roupa
Comprei cuecas novas
Engraxei os meus sapatos
Fiz a barba, cortei os cabelos;  
Usei o meu relógio de ouro
Tomei até banho de cheiro  
O tempo todo me olhando no espelho;   
Estou pronto pra você agora, vem me amar...
A noite toda, o dia inteiro.
http://adilsonconectado.blogspot.com/
Mais informações »