sábado, 13 de maio de 2017

Poesia: mãe



Domingo: 14/05/17 
Tu és sinônimo de amor,
És joia inestimável,
De preço incalculável,
Que joalheiro nenhum avaliou.

Tu és delicada,
Como uma flor,
És sonho real,
Que ninguém sonhou.

Tu és magia,
Que nos encantou,
És poesia,
Que em meus versos rimou.

Tu és muito valente,
Armada inté os dentes,
Com a arma mais potente,
Que é o amor.

http://adilsonconectado.blogspot.com/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário