segunda-feira, 12 de junho de 2017

Poesia: Feliz dia dos namorados

Segunda - feira: 12/06/17


Eu pensei que amor
Fosse coisa de escritor
De poeta inspirado
Ou de compositor
Que faz canções de amor
Sem jamais ter se apaixonado.
Desde o dia que te conheci
Nunca mais te tirei daqui – do coração
Que bate forte
Quando estou do seu lado. 
Você é tudo que sonhei pra mim.
Seu senso de humor
Me faz sorri
O que não é nada fácil.
Sua beleza interior
Transcende a exterior
E torna a vida mais leve
Como o vou dos pássaros.
Amor é se dá, sem pedi nada em troca
É está preso por vontade própria
É não ter vergonha de se arrepender
E pedi perdão...  
Quando fez algo errado.
Amor é se dedicar de corpo e alma
É Pensar nela dia e noite 
E declarar seu amor a pessoa amada.  
É ser solidário quando a tristeza
Lhe bater à porta
É estar com os olhos rasos d’água 
Toda vez que ela vai embora.    
É ser companheiro
Nos momentos de glória
E também ser parceiro
Nas horas impróprias.
É compreender que...  
Não existem pessoas perfeitas
Mas enxergar por detrás, a beleza...
De cada pessoa imperfeita.
O amor tem dessas coisas
E inútil é divergir
Com o que ele acredita.
Quando ele quer e Deus concede 
Não há nada impossível na vida;  
Nem o tempo cruel e insano
Nem mesmo a distância geográfica
Que os distanciam.
Amor, aprendo com você todo dia
Mesmo quando estás brava
E me diz palavras duras
Mas no fundo eu sei que tem
Um quê de doçura; 
É que você quer me ver bem
E só quer que eu cresça e evolua.
Na hora a gente se zanga
Mas, o amor tudo cura!
É o antídoto para as dores da alma
É quem realmente nos acalma
E nos dá sentido à vida;
Hoje já não sou mais o mesmo
Isso já nem mais é segredo
E ninguém mais duvida
Te quero por quer te amo
Te quero por toda a vida.
                                                                                                                  http://adilsonconctado.blogspot.com/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário