Páginas

terça-feira, 12 de junho de 2012

Crônica: Dia dos namorados!

Terça, 12/06/12. 

Dia dos namorados! 

Dia dos namorados chegando, uns se programando em ir às compras nas lojas e shoppings, outros procurando um bom motivo pra brigar e se separar, e só renovar, depois que passar o dia 12 de junho. Muitos ainda têm dúvidas sobre o presente, e acreditem, erram quase sempre no que vão dá, pagam tremendo mico, fica-se a se desculpar. Já vi até namoro acabar porque a namorada não gostou do presente. Que digam os vendedores de lojas que ficam fazendo trocas, depois do dia “D”. Apesar de anos de namoro, muitos ainda desconhecem as preferências de seus respectivos parceiros; especialmente, nós homens. Eu particularmente gosto de dar algo útil, quero ver como fica em seu corpo, se caiu bem em si, se é fino, sofisticado e elegante. Mas acontece que as mulheres não são muito diferentes; sempre nos dão todos os anos os mesmo tipos de presentes: carteiras, meias, cuecas e cintos, como se senão usássemos isso dia a dia. Rsrsrsr. Agente, apesar dos pesares, somos bem mais criativos e seletivos, vejamos se tenho ou não razão ao que digo. São: joias, relógios, blusas, saias, minissaias, calças cumpridas, lingerie, vestidos, bolsas, brincos, pulseiras, sandálias, sapatos, estojos de maquiagens, pacotes de viagens, mas só se agente for junto, é claro; viajar sozinha ou com amigas nunca que agente deixa. Rsrsrsr. Exceto perfume, porque segundo as más línguas, quem ganha e/ou dá perfumes, ou é deixado(a) ou deixa. Eu que não acredito em crendices, porém não ponho a mão em cumbuca, prefiro escolher outra coisa, a dar sopa pro azar, dormir no ponto, marcar toca. Dentre tantas dicas interessantes, eu recomendo outras, tipo: mandar buquê de flores, recados de amor na rádio e também na internet, fazer serena na janela, carro de disco mensagens, caixas de bombons com cartão personalizado e etc., no entanto, há outras formas de causar boa impressão no modo de presentear, os adeptos da originalidade, tem um jeito todo seu em particular: o carinho, a atenção, a admiração, o amor, o respeito, a sinceridade e a amizade; coisas muito raras hoje em dia de se encontrar. E se acaso você não puder presenteá-la nessa data em particular, saiba que são 365 dias do ano pra você lhe homenagear. Dia dos namorados são todos os dias, essa é apenas uma data simbólica no calendário humano, para o comércio faturar. Seja criativo e objetivo, ligue pra ela, convide-a para sair, ou faça você mesmo um jantar à luz de velas, ponha uma música romântica ao fundo, uma comidinha especial, cozinhe você mesmo pra ela, um vinho branco ou do porto, como prato principal, diga que a ama e que ela é especial, o amor da sua vida; e pra fechar com chave de ouro, faça com ela amor bem gostoso, saciem-se um com o outro, depois, adormeçam nos braços um do outro, na certeza de que o amor de vocês “nunca vai acabar”. Duvido que exista presente melhor que este, e se ela não gostar, é porque não te ama apenas estar contigo por interesse; nesse caso, mande-a plantar batatas, pras cucu ias que ela não te merece, esquece, a vida tem coisa melhor pra te oferecer, pra te dá! Porém se o resultado for positivo, aí meu amigo, der-lhe um abraço gostoso, um beijo bem demorado e apaixonado, ao acordar. Surpreenda-a mais uma vez levando café na cama, dizendo-lhe que a ama. Essa receita é infalível, quer para os solteiros quer para os casados. Enganam-se quem pensa o contrário, casados também namoram, de preferência com sua senhora, quer pra não se complicar. Rsrrsrs. Eu sou suspeito a falar, já estive do outro lado do muro, sei por experiência própria que casamento é como o Titanic, pode até boiar, mas foi feito pra afundar. E como diz meu compadre tom (Oliveira), “vida de solteiro é bom, quero casar mais tenho medo”. E pra quem estar prestes a subir o altar, vale aqui salientar: Precisa ter paciência de Jó, senão você Enfarta, seu bucho cresce, suas pernas afinam sua bunda murcha, seus cabelos desaparecem você rapidamente envelhece, nem se dá conta do tempo passar, e quando vem finalmente notar, pensa que é um pesadelo, e diante do espelho, levanta as mãos aos céus, rogando a Deus pra lhe salvar. Mas questão de gosto não se discute, há os que prefiram estar acorrentados a algemas entre os dedos, que livres e desimpedidos, cabelos soltos a voar. Antes que me julguem ou acusem de mexeriqueiro, digo que na vida dos outros não meto a colher, é que segundo estatísticas do IBGE, o nº de casamento é inferior ao de divórcio, onde o casamento já virou consórcio ou jogo de loteria, eu digo com toda propriedade de quem já viveu tudo isso um dia, que namorar é muito bom, acredito piamente no amor, mas quem o estraga é o casamento.
De qualquer forma, feliz dia dos namorados pra todos, e aproveitem esse momento!

Adilson Adalberto

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário