sábado, 16 de março de 2013

Soneto: Eu adoro...

Sábado, 16/03/13. 



Soneto: Eu adoro... 

Eu adoro esse seu jeito de pessoa liberada,
Adoro esse sorriso como quem não quer nada,
Esse olhar inocente, meiga e ameninada,
E por trás disso tudo, tem uma fera indomada.

Adoro seus cabelos, sua roupa, seu perfume e o seu cheiro,
Adoro sua boca, seus nariz, seus olhos, sobrancelhas e seus pelos,
Adoro tudo que me lembre de e que me leve a ti,
Adoro o ar que você respira o chão que você pisa,...

A água que te banha, a toalha que desliza no seu corpo inteiro,
Adoro o xampu, o pente que desliza em seus cabelos,
Adoro a fronha, o lençol e o travesseiro.

Adoro a cama em que você deita toda a noite,
As cotoveladas que você me dá nas costelas e no pescoço,
Até o ronco e crises de sonambulismo são músicas para os meus ouvidos.

Adilson Adalberto


Reações:

Um comentário: