domingo, 21 de abril de 2013

Crônica: Lavadeiras.

Domingo, 21/04/13. 


Lavadeiras.  


Lavadeiras, mulheres de fibra que não tem medo da lida, ainda muito cedo, meninas, ajudam a mãe no ofício para o sustento da família.
Lavar roupas não é um simples trabalho, é uma sina. Afinal ninguém se torna lavadeira por que quer, tenho certeza que se pudessem escolher, seria qualquer coisa, menos lavadeira. No entanto é uma profissão digna como qualquer outra, não é motivo de vergonha e desonra, muito embora não seja bem remunerada. Não são assalariadas, nem tem a sua carteira assinada, trabalham anos e anos na clandestinidade, na informalidade, tudo que conseguem é cansaço físico e mental, estresses, varizes nas pernas, dores musculares, lombares, artrite, artrose e osteoporose, quando envelhecem. Fora o preconceito, a desvalorização e desmotivação profissional, aff! Ninguém merece. Minha mãe e avó que digam! Acompanhei desde cedo à luta delas, mais que isso, carreguei junto com a minha irmã caçula, as ombreiras de roupas prontas, até as casas das clientes! Nenhumas das duas se aposentaram por tempo de serviço, recebem pensão de seus respectivos maridos já falecidos, se tivesse ter que se aposentar por tempo de serviço, morreriam de fome, coitadas! A sua vida inteira, é só ralação: esfrega-esfrega, água sanitária, sabão em pó e em barra, lavam, enxaguam e passam, que lástima! 

Adilson Adalberto. 
Reações:

3 comentários:

  1. Olá amigo, sem duvida lavar roupas é um serviço ingrato mesmo, assim como passar tbém não é nada agradável, duro é trabalhar sem carteira assinada, coisa que muitas lavadeiras e passadeiras não tem por trabalhar como diarista, sua mãe deve ser uma mulher de fibra! Parabéns a ela! Qdo eu era criança a lavadeira da minha mãe morreu no quintal da nossa casa enquanto estendia a roupa, ela teve um infarto, nunca me esqueci disto! Abraçosss

    ResponderExcluir
  2. Adilson,um ofício muito sofrido o de lavadeira!Deveriam ser mais reconhecidas!Bjs e boa semana pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Minha avó foi lavadeira e na época em que morava no sitio, lavava na beira do rio em uma tabua. Infelizmente qto a salario e registro acho que isso não mudou quase nada. Serviço ingrato....afff
    Quero agradecer ao carinho e gentileza de ter lido minha entrevista no Recanto dos autores fiquei muito feliz.

    ResponderExcluir