Páginas

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Poema: Fazendo trovas dedilhados na viola.

Segunda, 10/06/13

Fazendo trovas dedilhados na viola. 

Tua beleza é o meu colírio
Tua pele é o meu cobertor
Teu cheiro é o ar que eu respiro
Teu sexo é o meu sonho de amor.
Acolhe-me em teus braços
E enche minha boca com o teu mel
Assim flutuarei no espaço
Como um cometa passeando no céu.
Nada se compara a ti
Nem o que estar no presente
Nem o que vier no porvir
Tudo perde o seu valor se não te tenho aqui.
Tua beleza não ponhe mesa
Mas enfeita o meu jardim
Teus olhos não são estrelas
Mas brilham constantemente pra mim.
Adilson  A. da Silva 
HTTP://adilsonconectado.blogspot.com/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário