Páginas

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Soneto: Ela é...

Segunda - Feira, 07/04/14



Sou como fera indomada,
Um cavaleiro num campo de batalha,
Lutando com unhas e garras, sacrificando sua vida...
E também sua alma, pra proteger sua amada!

Ela é minha diva, minha sereia...
Minha princesa encantada,  
Com ela sou tudo, sem ela sou menos que nada,  
Apenas um fiasco de gente, comendo poeira a beira da estrada!

Ela é o oxigênio, a água,
O sol que me aquece de dia...
E a lua que me guia em plena madrugada!

Ela é fada, a mulher mais querida e desejada,
Não há em nenhum outro lugar, alguém que possa lhe amar,
Mais do que esse poeta que vos fala! 


Reações:

Um comentário: