sábado, 6 de setembro de 2014

Soneto: Jeito de ser você

Sábado: 06/09/14 



Beijo tua boca cheio de malicia,
Mordo de leve os teus lábios,
E fico todo excitado...
Com esse seu jeito de bisca.

O modo como você me toca e me arranca a camisa,
Faz-me de gato e sapato,
Leva-me até o espaço,
Depois me aterrissa.

Fico inté petrificado, com os teus olhos de gueixa,
As mãos ficam tremulas e a boca fica seca,
Com aquele gosto amargo, de algumas frutas frescas, 

Quando você se arruma toda...
Sai e bate a porta, sem dizer se volta,
Me deixando "P"da vida . 


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário