Páginas

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Poema: Eu sinto...

                                                                                                                        

Pelos abraços que não dei                                                                               Sexta - feira: 04/12/15
Os beijos que não roubei
Os sonhos que não sonhei
A tela que não pintei
A música que não cantei
Os solos que não solei
O ritmo que não dancei
A poesia que não declamei
A escola que não estudei
A vida que não vivi
A infância que outrora perdi
O livro que ainda não escrevi
O filho que ainda na fiz                            
A árvore que ainda não plantei
Os países que ainda não visitei
Os amigos com os quais convivi...
E o tempo se encarregou de perder-los               
Pela a mocidade e os seus devaneios
E as ideias que na cabeça inda não veio
Pelos assobios e estalar de dedos
E os pés descalços nos terreiros...
Correndo atrás da bola
E as andorinhas dormindo nos galhos...
De nossa velha árvore castanholas
E eu aqui, cheio de saudades...
Emocionado, enquanto narro essas histórias.
                                 
                                                                                                  http://adilsonconectado.blogspot.com/

                                                                                                          
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário