Páginas

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Poesia: Cada segundo

Quarta - feira: 07/06/17


Cada segundo
Sem sua presença
É como um ser
Sem nenhuma crença.
Como um atleta que
Outra vez não tenta.  
Como ter cabeça
E não pensa.  
Como uma corda que
Do lado mais fraco
Sempre arrebenta.  
Como está no mundo
Sem referências.  
Como não ter par
Pra uma música lenta.
 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário