quarta-feira, 14 de junho de 2017

Poesia: Eu, o vento e ela

Quarta - feira: 14/06/17


O vento entrou pela a janela
Trazendo consigo, o cheirinho...  
Do perfume dela.  
Me deu saudade inté
Do seu cangote...            
E do decote, do vestido dela.
Da fita azul no cabelo
E da sua chinela azaleia
Do batom vermelho nos beiços
E das unhadas, qu’eu levava dela
Do chamego gostoso embaixo do chuveiro  
Adormecer e acordar com ela.
                                                                                                            http://adilsonconctado.blogspot.com/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário