sábado, 2 de setembro de 2017

Parabéns dona Lurdes – minha mãe, felicidades pra ti!

Quinta - feira: 31/08/17


Sou fragmentos
Pequenos pedaços
Retirados de ti. 

Sou parte integrante
Sou sangue do seu sangue
Do seu ventre eu saí. 

O tempo passou
Mas pra você eu
Continuo um guri. 

Deveria ser proibido
Mães deixar a família
E um dia partir. 

Se houvesse uma...
Máquina do tempo
Voltaria a ser criança, 

Só pra em teu colo...
Mais uma vez,
Deitar e dormir. 

Mas ele não volta
Só tende a seguir
Como o rio... 

Que corre pro mar,
Assim minha vida
Segue o seu ciclo e... 

Passe o tempo que passar,
Pode inté a idade avançar,
E a vida chegar ao seu fim... 

Mas ninguém me roubará da senhora,
E nem te tirará de mim;
Isso não há dinheiro que pague... 

Por quer sinônimo de felicidade...
É caminhar lado a lado,
Contigo, até o fim. 

Perdoe-me, às vezes que te desobedeci
É que o tempo passou e, a senhora...
Ainda não se deu conta que eu cresci... 

Mas mãe que é mãe é assim!
Parabéns dona Lurdes! Te amo!
E, obrigado por você existir! 
http://adilsonconectado.blogspot.com/ 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário